Comunidades escolares do PA podem opinar em escuta pública sobre a educação durante pandemia

Escuta pública iniciou na última segunda (6) e segue até dia 31, por meio de um formulário on-line.

MPs escutam comunidades escolares do Pará sobre educação durante a pandemia. Divulgação Estudantes, pais e responsáveis, professores, técnicos e gestores de todas as regiões do Pará podem dar sua opinião sobre a educação no meio da pandemia de Covid-19, com a suspensão das atividades presenciais e realização de aulas remotas.

A escuta pública iniciou na última segunda (6) e segue até dia 31, por meio de um formulário on-line. A iniciativa dos ministérios Público do Pará, Público Federal (MPF) e Público do Trabalho (MPT) busca saber como foi o funcionamento da escola no período de pandemia, que recursos disponibilizados pelas escolas, se os estudantes foram consultados sobre acesso à internet, sobre o tempo diário de aulas, entre outros. O resultado deve auxiliar membros do MP no acompanhamento de políticas públicas e medidas adotadas para garantir o retorno seguro às aulas presenciais.

A rede pública de ensino no Pará tem 575 mil estudantes, que estão afastados das salas de aula desde 18 de março.

A previsão é que as atividades sejam retomadas em agosto, porém, para membros do Ministério Público o retorno deve ocorrer de forma coerente, considerando o cenário da pandemia em cada município.

A diretriz dos membros é desenvolver uma atuação conjunta dentro de suas diversas atuações.

Categoria:Pará